Voltar à Agenda

A Morte de Danton Nuno Cardoso

Visitar Sítio Web do evento

Teatro

Para vencer, a audácia, a audácia, sempre a audácia!

Sabemos a importância de começar, de recomeçar. No D. Maria II o ano arranca com A Morte de Danton, primeira encenação de Nuno Cardoso enquanto Diretor Artístico do Teatro Nacional S. João e espetáculo de início da temporada que celebra o centenário daquela casa. Georg Büchner, dramaturgo alemão que viveu rápido, morreu jovem e nos deixou uma obra marcada pela coragem da desordem, escreveu-a para nos dar conta das convulsões da Revolução Francesa. Anatomia de um corpo ultrapassado pelo processo revolucionário em curso, lutando para lhe conferir sentido e propósito, A Morte de Danton oferece a Nuno Cardoso a possibilidade de refletir em cena sobre a ideia fundadora de Revolução como motor da sociedade contemporânea. Colocado perante a iminência da morte, Danton é uma contradição em marcha, a meio caminho entre a impotência do lamento – “o mundo é o caos” – e a euforia do grito – “Para vencer, a audácia, a audácia, sempre a audácia!”.

Quando

12 Janeiro 2020, Domingo

16h00

Reconhecimento do palco (pessoas com deficiência visual): 15:00

Para Quem

Deficiência visual

Surdos e deficiência auditiva

Jovens (13-17), Adultos, Seniores

Serviços

Audiodescrição

Língua Gestual Portuguesa