Voltar à Agenda

As bodas de sangue António Pires

Visitar Sítio Web do evento

Teatro

As Bodas de Sangue é um dos três espetáculos de Federico García Lorca que António Pires encena na Trilogia Dramática da Terra Espanhola, um ciclo que decorre em abril, em três palcos diferentes – Teatro do Bairro, Teatro São Luiz e Galeria Graça Brandão – e que é assegurado pelo mesmo elenco, como se de uma única obra se tratasse. Nas suas últimas entrevistas, Lorca mostrava-se absolutamente convicto quanto à necessidade de um regresso, no seu projeto dramatúrgico, à atmosfera trágica mediterrânica, adiantando ao público os títulos das três obras que o efetivariam: YermaAs Bodas de Sangue e A Destruição de Sodoma. Infelizmente, o poeta não pode levar a sua “missão” até ao fim. Hoje, as duas primeiras peças da trilogia, Yerma e Bodas de Sangue, figuram entre as obras-primas de García Lorca. A Destruição de Sodoma, por sua vez, resigna-se à incompletude que a limita apenas às suas primeiras linhas, contidas numa página única do manuscrito. Por se tratar de um diálogo coral, a cena inicial de A Destruição de Sodoma, apesar de curta, permite uma considerável aproximação com os coros de As Bodas de Sangue e de Yerma, revelando, em alguma medida, aspetos globais do projeto trágico Lorquiano.

No ano em que a companhia do Teatro do Bairro escolheu a Arquitetura como disciplina para estabelecer o diálogo entre o Teatro e as diversas artes, convida os arquitetos João Mendes Ribeiro, que há muito desenvolve um trabalho regular com a companhia, João Nunes e Iñaki, e ainda Manuel Aires Mateus e Sofia Pinto Basto para pensarem os espaços cénicos desta trilogia.

Neste dia, conversa com a equipa artística no final do espetáculo.

Quando

26 Abril 2020, Domingo

17h30

Reconhecimento do palco (pessoas com deficiência visual): 16:30

Para Quem

Deficiência visual

Surdos e deficiência auditiva

Jovens (13-17), Adultos, Seniores

Serviços

Audiodescrição

Língua Gestual Portuguesa