Voltar à Agenda

Como assim? de Sofia Cabrita

Visitar Sítio Web do evento

Teatro

Foi de repente. Estava sentado na minha cadeira, a olhar pela janela quando, de súbito, um grande FURACÃO varreu todas as pessoas da rua. Num instante. Não tive tempo de dizer nada, e quando me levantei disseram-me que não podia estar com NINGUÉM. Que não me preocupasse, que no máximo em cinco minutos me enviariam o link do zoom. E que todas as pessoas estariam do outro lado. Como assim?

Talvez não tenha sido bem um furacão, nem mesmo vendaval. Mas fomos todos APANHADOS POR UMA ONDA, um estranho NOVO TEMPO, em que o toque nos foi negado, em que o outro ficou do outro lado do ecrã. E agora, que não nos podemos tocar, abraçar, dar a mão, o que acontece ao CORPO? Como passamos a estar connosco próprios, se não temos o outro para nos devolver um REFLEXO?

O espetáculo parte da ideia de perda do essencial na construção da nossa identidade: o afecto e a proximidade do outro. Em cena, uma personagem, vítima de uma grande catástrofe, ao perder o contacto com os outros, perde-se de si própria, sem saber. Ao tentar resolver a sua falta, fará uma viagem mais interior que exterior, terá a sensação de ser dupla, tripla, de ser muitas ao mesmo tempo, num esforço permanente de perceber como se relaciona com os outros, de pertencer, de fazer parte.

Quando

18 Dezembro 2021, Sábado

16h00

Onde

Póvoa de Santo Adrião e Olival Basto

Companhia Cepa Torta

Telefone 963 567 553

Email rebento@cepatorta.org

Para Quem

Deficiência visual

Crianças (até aos 12)

Serviços

Audiodescrição