Voltar à Agenda

Duetos de Diana Niepce

EVENTO TERMINADO

Dança

À nossa volta o mundo cria mecanismos de recusa de certos corpos. Como se não pudéssemos existir juntos e o corpo só pudesse viver nessa forma de delírio utópico que o mundo lhe inflige. Assim, vivemos um processo de extermínio silencioso em que somos constantemente marginalizados por não correspondermos a uma norma, ela sim, verdadeiramente doente. É sobre a nossa identidade que esse extermínio age, reduzindo-nos a um estado de insignificância, empurrando-nos para as margens onde a toxicidade nos deixa num campo de batalha, que nos obriga a escolher entre desvanecer pela submissão ou existir na revolução.

Uma peça de dança em que a exposição do corpo não normativo como paralelo de muitos preconceitos que estão dentro de cada um de nós, cria uma linguagem crua e bela ao mesmo tempo. A estranheza da fragilidade e força dos corpos. Nós, os outros, norma e sociedade. Como perpetuar uma mudança em nós e nos outros.

Quando

27 Novembro 2020, Sexta-feira

21h00

26 Novembro 2020, Quinta-feira

21h00

Reconhecimento do palco às 20h. Necessária marcação prévia.

Para Quem

Deficiência visual

Adultos

Serviços

Audiodescrição